• TCLED

Por que a Ford decidiu sair do Brasil?


índustria de carros ford

Montadora culpou ambiente econômico "desfavorável" e pandemia de covid-19, mas erros de gestão, como portefólio de veículos desatualizado, transformações da indústria automotiva e "Custo Brasil" devem ser levados em conta em decisão


"Continuidade do ambiente econômico desfavorável" e "pressão adicional causada pela pandemia" de covid-19.


Essas foram as duas principais justificativas citadas pela Ford em sua decisão, anunciada na segunda-feira (11/01) por meio de um comunicado à imprensa, de encerrar a produção de veículos no Brasil.


Três fábricas serão fechadas: Camaçari, na Bahia, onde os modelos EcoSport e Ka são produzidos; Taubaté, em São Paulo, que produz motores; e Horizonte, no Ceará, que fabrica jipes da marca Troller. As duas primeiras terão suas atividades encerradas imediatamente, enquanto a última, até o quarto trimestre deste ano.




Como resultado, os modelos nacionais terão suas vendas interrompidas assim que terminarem os estoques, informou a montadora. Com cerca de 280 concessionárias, a Ford continuará comercializando carros no Brasil, mas eles serão importados, principalmente das unidades da Argentina e do Uruguai. A empresa confirmou a venda dos novos Transit, Ranger, Bronco e Mustang Mach1.


A Ford acrescentou ainda que todos os clientes seguirão com assistência de manutenção e garantia. Especialistas do setor automotivo preveem, contudo, forte desvalorização dos veículos que vão ser descontinuados e vislumbram possível falta de peças para eles.




Luis Barrucho - @luisbarrucho

Da BBC News Brasil em Londres

Fonte: BBC News Brasil

4 visualizações0 comentário