MIPs geram economia de R$ 364 milhões para o SUS | TCLED

Notícias

MIPs geram economia de R$ 364 milhões para o SUS

Publicado: 27/08/2018

Segundo estudo realizado pela Fundação Instituto de Administração (FIA) que avalia a utilização de medicamentos isentos de prescrição e as decorrentes economias geradas para os sistemas de saúde, em 2017 o uso de medicamentos isentos de prescrição (MIPs) gerou uma economia de R$ 364 milhões para o Sistema Único de Saúde (SUS).


Segundo o levantamento, para cada R$ 1 gasto com essa categoria de remédios, são economizados até R$ 7. Para realizar o cálculo do “alívio” aos cofres públicos, o estudo deduziu os R$ 61,2 milhões referente ao custo dos MIPs para o consumidor das despesas que ocorreriam em consultas médicas e a perda por dias não trabalhados (R$ 56,1 milhões e R$ 369,2 milhões, respectivamente). Os valores para as estimativas são de consultas médicas na rede pública, dados do Ministério do Trabalho e informações de consumo desses medicamentos colhidas junto à IQVIA.


A vice-presidente da Associação Brasileira de Medicamentos Isentos de Prescrição (ABIMIP) Marli Sileci, afirma que o uso de MIPs traz economia significativa ao sistema de saúde, devido à redução do número de consultas e exames, além de desafogar as já abarrotadas unidades de pronto-atendimento.

Além disso, a adoção dos medicamentos sob orientação farmacêutica para gerenciar os sintomas do dia a dia teve impacto significativo no varejo farmacêutico, com faturamento superior a R$ 3,5 bilhões no primeiro semestre deste ano, aumento percentual de 15,42%, contra 7,54% de crescimento geral. Os dados são da Abrafarma.



Fonte: https://panoramafarmaceutico.com.br/2018/08/23/mips-geram-economia-de-r-354-milhoes-para-o-sus/?utm_source=Panorama+Farmac%C3%AAutico&utm_campaign=4c68d5402a-EMAIL_CAMPAIGN_2018_08_23_12_11&utm_medium=email&utm_term=0_212b740fd2-4c68d5402a-67985147